Quando o provérbio «caiu do céu em letras d’ouro» 

Silvina Pereira

 

Tal como Camões, em cuja obra logo no século XVII foram detectadas influências dos Emblemata de Alciato, também Jorge Ferreira de Vasconcelos terá sido sensível ao género emblemático. Este estudo centra-se na procura de possíveis relações entre os emblemas de Alciato e a obra de Vasconcelos, no sentido de se perceber se é possível sustentar ter havido, por parte do comediógrafo português, algum tipo de conhecimento, ou mesmo acolhimento dos Emblemata. Por um lado, importará apurar se nas comédias Eufrosina, Aulegrafia e Ulysippo, bem como no Memorial das Proezas da Segunda Távola Redonda (um livro de cavalarias) é possível observar formas da recepção de Alciato; por outro, atendendo às potencialidades plásticas, simbólicas e pedagógicas dos textos de Vasconcelos, importará perguntar se não foram (ou não são), também estes textos, um ponto de partida para novas criações emblemáticas.


Cuotas de socio

Efectúe el pago de la cuota vía PayPal o con tarjeta de crédito o débito. 30 euros (15 estudiantes)



Twitter de la SEE

SEE

«y más es menester [i. e. “el ser persona”] para tratar con un solo hombre en estos tiempos que con todo un pueblo… https://t.co/ESMvZxOEkR

SEE

«Todo está ya [casi] en su punto, y el ser persona en el mayor.» (Baltasar Gracián) https://t.co/pza8XVEtka

SEE

QVOD CARET ALTERNA REQVIE DVRABILE NON EST: «Lo que carece de reposo alterno, no es duradero» (Ovidio, Heroidas, 4,… https://t.co/YjIqSQidix

SEE

POST MVLTA VIRTVS OPERA LAXARI SOLET: «EL VIRTUOSO TRABAXO PIDE SU REPOSO» (Séneca, Herc. fur. 476). https://t.co/63y0zVvTA0

Follow SEE on Twitter

Presentación

Plazos e inscripción